"Ensinar" é como um ato de alegria, um ofício que deve ser exercido com paixão e arte. (Rubem Alves)

terça-feira, 25 de março de 2014

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Mudança de endereço do BLOG

Olá queridos professoras e professores seguidores do Blog A arte de ensinar. Estamos mudando para um novo endereço.

Novo endereço do blog                                            http://aartedeensinar.wordpress.com/

Todas as postagens antigas já estão lá, não se preocupem
Espero a visita de vocês


segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Blog Day 2009

Blog Day 2009Hoje é o Blog Day, o dia dedicado ao conhecimento de novos blogs. A ideia é que cada blogueiro (entre os vivos) divulgue uma lista de cinco outros blogs interessantes e, de preferência, ainda pouco conhecidos. A data 31/08 foi escolhida por parecer com a palavra blog (3108). Sendo assim, vamos aos meus cinco indicados.

BlogDay
Minhas indicações:

Escola Municipal Profª Francisca Lencina - Blog de minha escola, o qual traz noticias atualizadas aos alunos, pais e comunidade em gerla sobre as atividades da escola.

Espaço Educar - Um blog fantástico, com mil atividades e sugestões para trabalhar com educação infantil e de 1ª a 4ª séries.

ANJINHOS DE PIJAMA - Blog com muitas sugestões de atividades.

Alfabetização em Foco - Blog sobre educaçao, com atividades realizadas e sugestões.

Priscila ama alfabetizar - Blog de atividades escolares e alfabetização

Instruções Mensagem:


1. Encontrar 5 novos blogs que você achar interessante
2. Notifique os 5 blogueiros que você está recomendando-os como parte do BlogDay 2009
3. Escreva uma descrição curta dos Blogs e coloque um link para o recomendado Blogs
4. Post a BlogDay Post (em 31 de agosto)
5. Adicione a tag BlogDay usando este link:
http://technorati.com/tag/BlogDay2009 e um link para o site em BlogDay
http://www.blogday.org

terça-feira, 14 de julho de 2009

Trabalhando com os sentidos

Nossa turminha do segundo ano, no dia de ontem finalizou o rabalho sobre o corpo humano. Nossa última atividade programada foram experiências com os sentidos.

Inicialmente a turma esava um pouco agitada, e acabava falando anes mesmo do coleguinha adivinhar. Mas depois a eestratégia foi trazer quem já tinha ido para auxiliar nas experiências, conduzir.

Podem ter certeza que foi um sucesso, odos queriam cheirar, provar os alimentos e paricipar das demais experiências programadas. Abaixo além das fotos, um resumo das atividades que fizemos:

  1. Paladar:

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Projeto - IDENTIDADE

Professora: Jessica Walter da Silva Costa

I- Objeto detonador e problematização:

O projeto tem o objetivo de fazer com que a criança de um modo global conheça seu corpo, descubra que o indivíduo está presente em todas os comunidades, relacionando-se com outros seres e com todo o ambiente em que vive. Trabalhar os cuidados com o corpo e a interação da criança com sua comunidade escolar, familiar, enfim, a sociedade é de suma importância.

II- Justificativa:

Nessa fase é importante que os alunos adquiram, aproveitem todas as oportunidades para valorizar a vida, o meio onde vivem e todas as pessoas que fazem parte desta história.
Conhecendo-se de maneira global, a criança poderá não só vivenciar situações reais, mas integrar-se como ser crítico, autônomo, questionando mudanças, atitudes e valorizando-se no seu desenvolvimento.

III- Perfil do grupo:

Crianças com grande interesse nas atividades propostas. Estão começando a descobrir o processo de construção da escrita e da leitura.

IV- Objetivos:

Conceituais

_ Conhecer as partes do corpo e órgãos do sentido;
_ Nomear as partes do corpo e os órgãos do sentido;
_ Reconhecer a existência de diferentes formas, tamanhos e funções dos órgãos do nosso corpo:
_ Ampliar o vocabulário;
_ Ler e interpretar imagens;
_ Estabelecer relações de família e moradia;
_ Conhecer as relações entre o homem e o ambiente em que vive.

Procedimentais

_ Explorar textos a partir do auto conhecimento;
_ Coletar dados por meio de pesquisas e observações;
_ Produzir textos;
_ Observar e analisar fatos, situações de forma a garantir a boa qualidade de vida;
_ Confeccionar bonecos;
_ Registrar experiências vividas pelo grupo.

Atitudinais

_ Respeitar e valorizar seu corpo, sua família, seu lar e todas as diferenças;
_ Apreciar e ler vários tipos de textos;
_ Possibilitar a integração com as pessoas e o ambiente;
_ Trocar efetivas experiências onde se estabelecerá características diferentes em termos de cor, raça, físico, pessoal, cultural, social;
_ Desenvolver o auto conceito.

V- Janelas:

Linguagem oral e escrita;
Matemática;
Movimento;
Música;
Artes visuais;
Natureza e sociedade

VI- Etapas:

1- Organizar as crianças na rodinha de forma que todas possam olhar-se e interagir. Conversar sobre a evolução das crianças. Mostrar fotos de bebes, crianças, adolescentes, adultos e velhos.

2- Colocar uma música clássica, em dupla, as crianças deverão ficar de olhos fechados, tocando cada parte do corpo do colega. Conversar sobre cada parte do corpo e questionar para que cada uma serve.

3- Dar início ao portifólio. "Bilhões de pessoas vivem no planeta Terra e fazem parte dele. Todas elas são importantes, inclusive você." Desenhe você no quadro.

4- Visão- Mostrar figuras coloridas pequenas, médias e grandes, figuras preta e brancas, mostrar de longe e de perto, sempre perguntando o que estão vendo.

5- Audição- Brincar de identificar sons de instrumentos, vozes , da natureza, barulhos em geral, falar alto e baixo. Através dessas brincadeiras provocar para que percebam a importância da audição.

6- Olfato- Distinguir diferentes cheiros com os olhos vendados. Dizer os cheiros que agradam e desagradam, provocando-os até perceberem a importância do olfato.

7- Paladar- Provar diferentes tipos de alimentos com os olhos vendados, perceber a importância do paladar.

8- Tato- Sentir diferentes texturas. Criar uma caixa fechada onde só a mão caiba, dentro dela devem conter diferentes materiais. Perceber a importância do tato.

9- Procurar em revistas figuras dos sentidos e montar no portifólio.

10- "Quando nascemos, recebemos nome e sobrenome. Nosso nome geralmente é escolhido por nossos pais. Nosso sobrenome é igual ao de nosso pai, ao de nossa mãe ou ao dos dois." Responder as perguntas.

11- Pedir a cópia da certidão de nascimento. "Hoje é meu aniversário, um dia sem igual! Eu queria que hoje fosse feriado nacional!" Desenhe uma de suas festas de aniversário. Pedir para as crianças trazerem fotos de um aniversário. Responder as perguntas.

12- "Somos diferentes um dos outros. Cada um tem seu jeito de agir e de pensar." Completar o boneco. No teatro, fazer a brincadeira da boneca de lata( Bia Bedran )

13- Cole sua foto no quadrinho e depois ligue-as as suas características. Cortar tiras de papel kraft para medir mensalmente as crianças.

14- Desenhe algumas atividades que você realiza diariamente, na seqüência que elas acontecem.

15- "Toda criança tem o direito de brincar e de se divertir bastante." Escreva e desenhe seu brinquedo preferido e com quem você gosta de brincar.

16- "Toda criança tem o direito de ter uma família e de receber proteção e cuidados especiais, para crescer e se desenvolver com saúde." Desenhe sua família.

17- Mostrar os trios familiares ( revista guia prático para professoras da educação infantil). Escolher um rio e montar uma história coletiva, para as crianças fazerem a cópia.

18- "As famílias são diferentes umas das outras, e o modo como se organizam também é diferente. Cada família tem suas regras." Pesquisa para casa. Responder as perguntas.

19- Pesquisa para casa. Pedir para os pais completarem a árvore genealógica, se possível, colocar a foto de cada familiar. Expor no cantinho do projeto.

20- "Todas as pessoas necessitam de um lugar para morar e no qual se protegem do frio, do calor, da chuva e do vento. Há diversos tipos de casas, ou moradia. As casas são construídas em locais diferentes, com diversos tipos de material." Cole figuras de vários tipos de moradias.

21- "Toda criança tem o direito de uma casa digna para morar." Desenhe sua casa e responda às perguntas.

22- "Sou muito importante em sua vida. Aqui você aprende a ler, a escrever, a cantar, a calcular, a conviver com pessoas diferentes. Aqui você também pode desenhar, praticar esportes, brincar e criar. Sou sua escola!!" Desenhe sua escola.

23- "Ajude a manter a sala de aula sempre limpa e arrumada." Responda as perguntas de acordo com a legenda.

24- Responda as perguntas e desenhe. Desembaralhe as letras dos nomes de seus colegas.

25- Caminhe pela escola e responda as perguntas.

26- Desenhe nos quadros as pessoas indicadas, cada uma realizando seu trabalho.

27- "Toda criança tem o direito de ir à escola." Preencha a cruzadinha.

28- Construir os bonecos de meia calça e jornal.

29- Finalizar o projeto com uma apresentação musical com os bonecos.

VII- Duração:

Aproximadamente um bimestre.

VIII- Avaliação:

Observar o comportamento dos alunos; hábitos de trabalho, relacionamento com os amigos e professora, cumprimento das tarefas escolares, atitudes positivas ou negativas com relação às atividades, capacidade de cooperação. Trabalhos escritos ou de outra natureza qualquer produzidos espontaneamente.

Projeto - Em boca saudável não entra cárie!

Professora: Jéssica Walter da Silva Costa

I-Objeto detonador e problematização



Visando a conscientização e a valorização da saúde bucal, começando já naeducação infantil onde se mostra uma maior capacidade de absorção de informações, são propostas às crianças, neste trabalho, ações educativas e preventivas para que possam incorporar em seus hábitos de vida, os cuidados relativos à boca e aos dentes.

II-Justificativa

Grande número de pessoas desconhece que cuidar dos dentes desde a infância tem um efeito muito importante, Atitudes e hábitos adquiridos na infância
relativos aos dentes são críticos para uma boa saúde
oral e de todo o
organismo no decorrer da vida.

III-Perfil do grupo

Crianças de cinco anos de idade, participativas e com grande interesse nas atividades propostas.

IV-Objetivos

Conceituais
- Nomear os dentes;
- Reconhecer a existência de diferentes formas, tamanha e funções dos dentes;
- Ampliar o vocabulário;
- Ler e interpretar imagens;
- Reconhecer o que faz bem e o que faz mal para os dentes.

Procedimentais
- Produzir trabalhos de artes;
- Explorar textos a partir do auto conhecimento;
- Coletar dados por meio de pesquisas e observações;
- Produzir textos;
- Desenvolver a capacidade criadora;
- Estimular a criatividade;
- Confeccionar: boca gigante, boca maluca, livro emborrachado, personagens da história;
- Registrar experiências vividas pelo grupo.

Atitudinais
- Respeitar e valorizar a saúde bucal;
- Apreciar e ler vários tipos de textos;
- Desenvolver o auto conceito;
- Apresentar atitude de higiene.

V-Janelas

Linguagem oral e escrita;
Matemática;
Artes visuais;
Música.

VI-Etapas

1- Organizar as crianças em roda. Conversar sobre como cada uma cuida da sua boca. Anotar uma pergunta de cada criança que será feita à dentista que virá dar uma palestra.

2- Construir a boca gigante, onde iremos pintar, colar a língua e os dentes nos devidos lugares. Fazer o registro

3- Levar às crianças até o espelho, pedir que abram a boca e, percebam diferenças e semelhanças. Registrar.

4- Montar um cartaz com o que faz bem e o que faz mal para os dentes. Procurar figuras em revistas para colar no cartaz. Expor na sala.

5- Visita da Dra. Eliane. Fazer o registro.

6- Mostrar para as crianças um molde de uma boca de adulto, dizer os nomes dos dentes e suas funções. Perceber diferenças e semelhanças. Atividade de liga ponto.

7- Atividade em folha: Observar o dente do colega e responder às perguntas.

8- Atividade em folha: Marcar com um x as afirmativas que dizem do que o dente precisa para ficar sadio. Artes: Pintura com escova de dente.

9- Atividade em folha: Desenhar como os dentes ficarão se não cuidarmos deles.

10- Atividade em folha: Responder às perguntas.

11- Atividade em folha: Música do dentinho. Ensinar para as crianças, fazer a leitura com as crianças. Circular todas as palavras que rimam e copiá-las.

12- Atividade em folha: Cobrir os pontilhados dos objetos que usamos para escovar os dentes. Colorir.

13- Atividade em folha: Procurar as palavras no caça palavras.

14- Atividade em folha: Procurar palavras que rimam com: BOCA, ALIMENTAÇÃO, SAUDÁVEL.

15- Atividade em folha: Ligar às palavras aos seus desenhos.

16- Atividade em folha: Levar a pasta de dente até a escova, seguindo os números na ordem crescente.

17- Atividade em folha: Ler o poema e responder às perguntas.

18- Atividade de observação em folha: As crianças irão observar suas bocas e responder às perguntas,

19- Atividade em folha: Responder algumas perguntas.

20- Fazer a leitura da história do Zezeca e começa a produzir o livro.

21- Atividade em folha: Resolver a cruzadinha.

22- Pesquisa para casa: Procurar em casa e levar para a escola o rótulo do creme dental que é usado pela família. Atividade em folha: Copiar o nome e procurar em revistas as letras que formam o nome do produto.

23- Atividade em folha: Procurar em revistas as letras para formar as palavras: CÁRIE, DENTES, MOLAR.

24- Atividade em folha: Responder à pergunta, Para que serve cada dente e fazer a comparação.

25- Atividade em folha: Resolver os probleminhas matemáticos.

26- Confeccionar o quebra cabeça e montar.

27- Jogar dominó.

28- Confeccionar os personagens da história (teatro de fantoche)

29- Atividade em folha: Comparar a dentição dos animais e escrever qual se parece com a nossa. Contar a história Dente( gente tem, animal também)

30- Atividade em folha: Pintar as figuras que mostram o que é bom para os dentes.

31- Atividade em folha: Ligar as figuras às respectivas frases.

32- Jogo da trilha.

33- Confeccionar a história do livro emborrachado. Fazer a cópia.

34- Atividade em folha: Texto sobre a cárie, fazer o registro.

35- Atividade em folha: Formar frases com as palavras: BOCA, FIO DENTAL. GENGIVA, MAU HÁLITO. Fazer a cópia.

36- Atividade em folha: Copiar as frases que indicam os cuidados com os dentes.
- Escovar os dentes após as refeições, na hora que acordar e antes de
dormir;
- Usar o fio dental;
- Visitar o dentista a cada seis meses;
- Não usar escovas estragadas.

37-Finalizar o projeto com a apresentação do teatro.

VII-Avaliação

Ao longo de todo o processo, através das atividades desenvolvidas, das brincadeiras e conforme o interesse de cada criança.

VIII-Duração

Aproximadamente um bimestre.

PROJETO - Super Heróis, Super Amigos

PROJETO

Professora: Jéssica Costa

I-Tema: Super Heróis, Super Amigos



II-Justificativa:

Toda geração tem heróis e super heróis. Defensores do bem no mundo real e na fantasia, esses personagens são importantes para o imaginário infantil.
Os super-heróis foram criados a partir de uma necessidade do homem de imaginar que existe alguém que seja forte o suficiente para acabar com o maldo mundo.
"No inconsciente de toda criança, os primeiros heróis são os pais. Elas acreditam que eles são os mais fortes e bonitos. Essa necessidade de encontrar um herói acontece porque a criança se sente importante, daí ela procura um herói com o qual se identifique".
Muitas vezes a ficção parece ser bem mais interessante do que a vida real. Afinal, nos desenhos animados, nos quadrinhos e nos filmes há muita gente com poderes físicos especiais.
Nessa determinada fase da vida (três anos de idade), a criança realmente acredita que os super heróis e os poderes de ficção existem. Isso só será deixado de lado à medida que ela for crescendo e percebendo que a realidade é diferente. A identificação com super-heróis é muito comum, o poder de herói dá a criança a coragem para lutar contra as dificuldades internas e externas.

III-Perfil do grupo:

Toda a criança tem um conhecimento sobre o assunto, todos os dias elas levam histórias sobre os super heróis, nas brincadeiras do recreio, do parquinho e até na rodinha, o assunto está presente.

IV-Objetivos:

Conceituais

_Identificar a primeira letra do nome de cada super herói;
_Reconhecer os nomes dos super heróis, através de jogos e brincadeiras;
_Reconhecer a quantidade de letras de cada nome;
_Identificar semelhanças e diferenças entre os personagens;
_Confrontar a realidade e a fantasia;
_Enumerar as músicas trabalhadas;

Procedimentais

_Identificar as características específicas de cada super herói;
_Descrever as funções de cada super herói;
_Registrar filmes e brincadeiras;
_Abordar conceitos do tipo: bem/mal; certo/errado...;

Atitudinais

_ Reconhecer a importância dos super heróis, como parte da imaginação;
_Desenvolver as habilidades de observar, comparar e classificar;
_Conhecer a história de cada personagem;
_Desenvolver a formação de hábitos e atitudes sociais e morais;
_Inventar músicas a partir dos super heróis trabalhados;
_Trabalhar o estreitamento de laços de amizade.

V-Janelas:

Linguagem oral e escrita, matemática, artes visuais, movimento, música, natureza e sociedade.

VI - Etapas:
1) Apresentar na roda, as figuras dos super heróis que trabalharemos ao longo do projeto, junto com os nomes.

2) Na roda, propor uma maneira de escolher o super herói que será o primeiro a ser trabalhado, cada criança irá falar o que sabe do super herói, a partir daí, montar uma história coletiva, registrar através de desenho.


3) Junto com as crianças inventar músicas para cada personagem. Antes disso, combinar com as crianças qual o ritmo das músicas e as palavras que podemos usar para rimar.

4) Registrar a cada momento, com desenhos, as músicas, colar as letras das músicas

5) Escrita espontânea do nome dos super heróis, colar a figura do super herói e pedir que a criança escreva o nome.

6) Para trabalhar matemática, colar o nome do personagem, pedir para as crianças colarem bolinhas de papel, palitos de picolé ou tampinhas, em cada letra do nome, fazer a contagem oral e registrar da maneira que a criança quiser (números, bolinhas, tracinhos).)


7) Colar em uma folha, o nome do super herói, pedir que cada criança copie este nome da maneira que ela conseguir.

8) Pesquisa: Pedir para que os pais de cada aluno façam um desenho do super herói que eles mais gostavam quando eram crianças. As crianças irão expor as pesquisas pela sala e apresentarão, fazendo uma comparação dos super heróis.

9) Confeccionar com as crianças os bonecões de meia calça e jornal, fantasia-los com as roupas dos super heróis e expô-los pela sala de aula (.super homem e Batman voando, homem aranha escalando a parede, etc.)

10) Ao final do estudo de todos os personagens, montar uma história em quadrinhos individual, cada criança montará com os personagens que escolherem.


11) Brincar com os quebra cabeças, jogar memória e bingo. Todos esses materiais foram confeccionados pela professora e pelos alunos. Os materiais foram recolhidos da Internet e materiais de festa de aniversário.

12) Passar filmes dos super heróis, conversar sobre as histórias e registra-los com desenhos.

13) Receberemos a visita super herói super amigo Batman, onde ele conversará com as
crianças sobre o respeito, a educação e a vida dele. As crianças farão perguntas que irão ser colhida durante todo o projeto.

14) Finalizar o projeto com um baile de fantasias, onde haverá a participação de toda a escola.

VII-Avaliação:

Observar diariamente a participação e o desempenho dos alunos na realização das tarefas. Em outro momento, a avaliação acontece no grupo onde as crianças e a professora se apóiem nos objetivos inicialmente levantados. Registro de observações, impressões, fotos, documentos variados que constatem resultados.

VII-Duração:

Aproximadamente dois meses.

Dominó-ortográfico

Jogo didático para exercício do tema “Encontro vocálico” (gramática da língua Portuguesa)

nível estudantil: 1a série fundamental

Modo de fazer:

1. Imprima esta folha,
2. cole-a em uma cartolina ou papel-cartaz
3. recorte cada uma das fichas... está pronto!


Como se joga:

1. Distribua as fichas entre seus alunos. (No caso de sua turma ser grande deverá ser feito vários jogos de dominós para distribuição entre grupos compostos de no máximo seis alunos.) 2. Um aluno inicia o jogo colocando uma das peças do dominó na mesa;
3. O próximo a jogar verificará então, que neste dominó se encontram uma
figura e uma palavra. Deverá dizer o nome da figura em voz alta e ler a palavra escrita, evidenciando o encontro vocálico da mesma. Procurará então, dentre as suas peças, qual é a que corresponde a uma das duas opções
(figura ou palavra). 4. Caso tenha o complemento de uma delas, a dispõe junto à referida peça (ao seu par: figura/palavra)
5. Caso não tenha o seu complemento deverá passar sua vez ao próximo
jogador.
6. Como se pode ver o jogo segue praticamente as mesmas regras do jogo de dominó tradicional.
7. É importante que as crianças falem e leiam em voz alta.
8. O jogo termina quando as peças houverem terminado.

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Escrevendo o Futuro


Assista à série de vídeos "Escrevendo na Sala de Aula" do Programa Escrevendo o Futuro clicando na imagem acima. Toda produzida em situações verdadeiras em salas de aula, com linguagem documental.
Iniciativa: Fundação Itaú Social
Realização: Cenpec
Direção dos vídeos

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Projeto JogoAula

Convite aos professores, educadores e pais

Participe do desenvolvimento de uma nova maneira de pensar e fazer o ensino de informática na Pré-alfabetização e nos primeiros anos da Educação Fundamental: Projeto JogoAula. Aqui você ajuda a desenvolver os jogos fazendo críticas e sugestões. Participe!

Saiba mais, clicando aqui.